Informação sobre sífilis, causas, sintomas e tratamento da sífilis, abordando a a sífilis primária, secundária, terciária e sífilis congênita, identificando procedimentos para a sua cura e apresentando métodos de prevenção para diminuir a sua ocorrência.


sábado, 11 de outubro de 2014

Fases da sífilis

A sífilis pode apresentar diversas fases, pelo que apresentamos neste artigo, os estágios principais.

Estágio primário da sífilis
• Um ou mais caroços duros (geralmente firme, redondo, pequeno e indolor) aparecem no local da infeção (na maioria das vezes na área genital) de 10 a 90 dias após a infecção.
• Os caroços desaparecem por si em 3 a 6 semanas.
• O paciente é altamente infecioso na fase primária.

Estágio secundário
• As erupções ocorrem quando os caroços desaparecem, ou algumas semanas após a cura dos caroços.
• Erupções cutâneas normalmente aparecem nas palmas das mãos, solas dos pés, ou no rosto, mas também podem aparecer em outras áreas do corpo.
• Por vezes, "crescimentos" tipo verrugas podem aparecer na área genital.
• Erupções cutâneas e verrugas sifilíticas tendem a desaparecer por si dentro de 2 a 6 semanas, mas pode demorar até 12 semanas.
• O paciente é altamente infecioso durante este estágio secundário.

Fase latente
• Paciente é soro-reativp durante um ano desde início da infeção, mas não tem sintomas.
• O paciente é potencialmente infecioso.

Fase latente tardia
• Paciente é soro-reativo mais de 1 ano após o início da infeção, mas não tem sintomas.
• Paciente não é infecioso em fase latente tardia.

Estágio terciário
• Existem lesões na pele e ossos (gomas), órgãos internos, sistema nervoso central e sistema cardiovascular.
• Os sinais e sintomas da fase tardia da sífilis incluem dificuldade de coordenar os movimentos musculares, paralisia, dormência, cegueira gradual e demência. Este dano pode ser grave o suficiente para causar a morte.
• O paciente não é infecioso em fase tardia 

Sífilis congênita 
• A gravidade varia de assintomática a fatal.
• Manifestações precoces mais comuns são o aborto espontâneo, morte fetal, encefalite, erupção cutânea generalizada, rinite, disfunção hepática e falência de múltiplos órgãos.
• Manifestações tardias, geralmente não aparentes no nascimento, incluem osteíte dos ossos longos, malformações maxilo-faciais e dentárias, ceratite, perda auditiva neurossensorial, e déficites neuropsicológicos crônicos.

Índice dos artigos relativos a Sífilis

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL